Os acertos e erros do Branding

A princípio, para esclarecer, o Branding é uma associação de imagens e ideias que representam a essência de uma empresa, produto ou serviço, sendo definido, também, como uma gestão de marcas. É possível encontrar acertos e erros cometidos ao implantar o Branding em uma empresa, vendo-o como uma metodologia de gestão que estrutura as estratégias das organizações baseada na marca e no que ela representa. Aqui trataremos de sete erros e sete acertos. Essa gestão de marcas vai além da composição de um novo slogan ou logo, uma vez que busca criar uma personalidade para a marca alinhando os objetivos estratégicos da empresa com suas metas estratégicas e comerciais.

Leia o texto completo »

Cultura e produção cultural: o Japão pré feudal e a Grécia antiga

É ao menos razoável admitir que qualquer forma de produção cultural é influenciada –com o perdão da redundância- pela cultura local. Não será aqui discutido fatores que nos levam à essa premissa, ou ainda como isso se dá. É apenas de interesse a exemplificação por meio de casos específicos.

Em breve chegaremos aos nossos exemplos. Antes, devo alguma situação temporal. O primeiro exemplo diz respeito ao Japão do período Heian (794-1185), período marcado por inúmeras produções culturais nipônicas, surgimento dos samurais e ápice das religiões orientais até então. Por fim, o segundo exemplo mescla fatores anteriores à formação da Grécia e fatores pós invasão dória. Leia o texto completo »

Aplicativos financeiros: uma mãozinha da tecnologia nas finanças pessoais

Novamente escrevo em função de um programa gravado para a rádio Gestão Educativa: a administração em sintonia com você. No quadro Administrando o seu dia, falei um pouco de três aplicativos que auxiliam no controle orçamentário pessoal: o Finance, o Mobills e o MoneyWise. Explicarei brevemente o funcionamento de dois deles. Isso porque o MoneyWise seguirá uma lógica muito semelhante ao do Mobills.

1.Interface

A ideia dos dois são bem próximas no que diz respeito à interface. Ambos permitem que você selecione a categoria dos gastos de forma bem prática. Além dos ícones como Supermercado, Padaria, Cinema, etc., há uma divisão entre contas de receitas e de despesas. Isso torna a interface bem intuitiva.

inter mobills

Interface Mobills

Leia o texto completo »

A evolução dos modelos estratégicos nas organizações

Irei apresentar os modelos de estratégia utilizados no âmbito das organizações, desde a década de 70 até meados de 1990, apontando as proposições de alguns teóricos de destaque no campo da Administração e da Economia, dentre eles, Michael Porter, Richard Rumelt, Birger Wernerfelt, Oliver Williamson e Barney. Para tal discussão, é necessária uma apresentação inicial do conceito de estratégia, que pode ser entendida, basicamente, como uma ferramenta utilizada pelas organizações para atingir um conjunto de metas e objetivos pré-estabelecidos por estas.

Primeiramente, na década de 70, Williamson propõe um modelo estratégico que apoia a ideia de que as alianças corporativas deveriam ser feitas, exclusivamente, se contribuíssem para a diminuição dos custos de transação da empresa, visão bastante criticada pois as alianças podem trazer vários outros benefícios, que não sejam exclusivamente financeiros. Por exemplo, as alianças podem obter vantagens como a expansão de mercados, o intercâmbio de ideias ou o compartilhamento de recursos escassos, que favorecem a eficiência, inovação e consequentes ganhos mútuos. Leia o texto completo »

Um remédio chamado “Consumo”

Estava tudo bem, até você tirar aquela nota baixa na prova… Ou, então, perceber que engordou alguns quilinhos… (ai, meu Pai!). Pode ser, também, que nada disso tenha acontecido, mas que, assim que você ia a caminho pro trabalho, o pneu do seu carro furou, começou a chover e você ainda se atrasou para aquela reunião importantíssima que estava agendada com quatro meses de antecedência… É exatamente nessa hora que surgem os primeiros sintomas de um grave estado psicológico. O mais comum destes sintomas é conhecido como “Auto-convencimento”. Considerando que você, leitor, vivenciou uma das situações supracitadas, podemos ilustrar este sintoma da seguinte forma:
“- Que dia de cão, pelo amor de Deus! Por que é que o mundo inteiro resolveu conspirar contra mim? Não dou conta de tanta pressão! Preciso encontrar um jeito de aliviar isso… Já sei, vou às compras! Vou ao shopping! Vou ser feliz, nem que seja só por algumas horas! Fui!”. Leia o texto completo »

Relações sociais à luz da análise Foucaultina

Ao longo de sua vida, o filósofo francês Michel Foucault fez uma análise de como e porque o poder se estabelece nas relações sociais (ele estava mais interessado na relação existente entre o sujeito e o predicado, ou seja, nas relações entre os agentes, não importando muito o quem e o onde).

Foucault defendeu a ideia de que o indivíduo é como se fosse um pequeno elemento de uma representação “ideológica” da sociedade, mas é também produzido por uma tecnologia específica do poder que se chama “disciplina”. Nesse sentido, ele chama a atenção para o fato de vermos constantemente o poder somente em termos negativos, isto é, exercido apenas por um lado: o poder que domina, exclui, esconde, reprime. Assim, é importante enxergá-lo também em termos positivos: o poder que constrói, produz, alimenta, edifica, subverte a realidade. Leia o texto completo »

O modelo de negócios Canvas

Dessa vez não me delongarei em introduções e contextualizações: isso já foi feito em um dos quadros do programa Gestão Educativa: a administração em sintonia com você. A ideia aqui é apresentar visualmente o que foi dito e acrescentar algumas informações.

O Modelo de Negócios Canvas é como se fosse um mapa que pontua algumas coisas importantes através de uma estrutura de nove componentes e que, como já dito na Entrevista concedida pelo estudante de Design Wanderson Mendes, pode apresentar elementos visuais para facilitar o entendimento e tornar mais agradável a experiência de criar um Modelo de Negócios.

O primeiro passo para entender o funcionamento do Canvas é conhecer esses nove componentes, que estão ilustrados na Figura 1.

canva1

Figura 1

Leia o texto completo »

RELAÇÃO EMPREGADOR-EMPREGADO

A relação trabalhista deve ser vista dos dois lados, no caso, o lado do empregador e do empregado. A relação chefe e trabalhador pode ser considerada uma das mais complexas da humanidade comparando-se a de pais e filhos, sogras e genros dentre outras. Nas organizações essa relação é crucial, pois, dependendo do nível de interação em que ela estiver, pode causar consequências à empresa, ou seja, se o chefe tiver péssima relação com o empregado, logicamente consequências negativas serão ocasionadas na empresa ou se tiver uma ótima relação, a empresa obterá bons resultados. Leia o texto completo »

Harmonia entre Capital e trabalho. Será possível?

texto michelle

Quando se fala nas relações de trabalho, talvez venha à mente a divergência de opiniões entre empregador e empregado. Um buscando satisfazer seu interesse em detrimento do interesse do outro.

A análise deste conflito revela origens históricas. Desde a revolução industrial, em que o capital exercia enorme controle e exploração sobre o proletariado, pecebe-se que esse buscava aumentar o seu lucro a qualquer custo. Do outro lado, estava a mão de obra, que respondia com diferentes formas de retalhar a organização. Apesar disso, essas formas de maneira alguma se equiparavam ao poder que as empresas mantinham sobre os funcionários. Leia o texto completo »

A concorrência e seus indesejáveis extremos

Na conjuntura empresarial ocorre o debate sobre a ação de processos ilegais na arrecadação pública e em cenários competitivos. As organizações possuem diversos mecanismos para alcançar competitividade através da criação de valor. Desta forma, a concorrência tem sua importância para a economia, sendo ela capaz de fomentar o aperfeiçoamento de produtos e serviços. Em contrapartida, a atuação desonesta da concorrência pode criar confusão em relação à organização, assim como constituir alegações falsas ou que possam induzir o público ao erro.

 CalvinConcorrenciaG

Leia o texto completo »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.