Relações sociais à luz da análise Foucaultina

Ao longo de sua vida, o filósofo francês Michel Foucault fez uma análise de como e porque o poder se estabelece nas relações sociais (ele estava mais interessado na relação existente entre o sujeito e o predicado, ou seja, nas relações entre os agentes, não importando muito o quem e o onde).

Foucault defendeu a ideia de que o indivíduo é como se fosse um pequeno elemento de uma representação “ideológica” da sociedade, mas é também produzido por uma tecnologia específica do poder que se chama “disciplina”. Nesse sentido, ele chama a atenção para o fato de vermos constantemente o poder somente em termos negativos, isto é, exercido apenas por um lado: o poder que domina, exclui, esconde, reprime. Assim, é importante enxergá-lo também em termos positivos: o poder que constrói, produz, alimenta, edifica, subverte a realidade. Leia o texto completo »

O modelo de negócios Canvas

Dessa vez não me delongarei em introduções e contextualizações: isso já foi feito em um dos quadros do programa Gestão Educativa: a administração em sintonia com você. A ideia aqui é apresentar visualmente o que foi dito e acrescentar algumas informações.

O Modelo de Negócios Canvas é como se fosse um mapa que pontua algumas coisas importantes através de uma estrutura de nove componentes e que, como já dito na Entrevista concedida pelo estudante de Design Wanderson Mendes, pode apresentar elementos visuais para facilitar o entendimento e tornar mais agradável a experiência de criar um Modelo de Negócios.

O primeiro passo para entender o funcionamento do Canvas é conhecer esses nove componentes, que estão ilustrados na Figura 1.

canva1

Figura 1

Leia o texto completo »

RELAÇÃO EMPREGADOR-EMPREGADO

A relação trabalhista deve ser vista dos dois lados, no caso, o lado do empregador e do empregado. A relação chefe e trabalhador pode ser considerada uma das mais complexas da humanidade comparando-se a de pais e filhos, sogras e genros dentre outras. Nas organizações essa relação é crucial, pois, dependendo do nível de interação em que ela estiver, pode causar consequências à empresa, ou seja, se o chefe tiver péssima relação com o empregado, logicamente consequências negativas serão ocasionadas na empresa ou se tiver uma ótima relação, a empresa obterá bons resultados. Leia o texto completo »

Harmonia entre Capital e trabalho. Será possível?

texto michelle

Quando se fala nas relações de trabalho, talvez venha à mente a divergência de opiniões entre empregador e empregado. Um buscando satisfazer seu interesse em detrimento do interesse do outro.

A análise deste conflito revela origens históricas. Desde a revolução industrial, em que o capital exercia enorme controle e exploração sobre o proletariado, pecebe-se que esse buscava aumentar o seu lucro a qualquer custo. Do outro lado, estava a mão de obra, que respondia com diferentes formas de retalhar a organização. Apesar disso, essas formas de maneira alguma se equiparavam ao poder que as empresas mantinham sobre os funcionários. Leia o texto completo »

A concorrência e seus indesejáveis extremos

Na conjuntura empresarial ocorre o debate sobre a ação de processos ilegais na arrecadação pública e em cenários competitivos. As organizações possuem diversos mecanismos para alcançar competitividade através da criação de valor. Desta forma, a concorrência tem sua importância para a economia, sendo ela capaz de fomentar o aperfeiçoamento de produtos e serviços. Em contrapartida, a atuação desonesta da concorrência pode criar confusão em relação à organização, assim como constituir alegações falsas ou que possam induzir o público ao erro.

 CalvinConcorrenciaG

Leia o texto completo »

Aprenda a ver o outro

Muitos amigos me criticam por defender demais as pessoas. Sei que em alguns casos posso até estar errada, mas eu não acredito que, por mais que as vezes nos ofendam, as pessoas hajam com má intenção. Quando alguém diz ou apresenta um comportamento avesso a mim ou ao que considero certo, eu busco não levar para o lado pessoal e tento entender os motivos pelo qual a pessoa fez aquilo.

As pessoas são diferentes, cada indivíduo possui sua própria cultura, educação e tradição, assim como vivências pessoais que o faz pensar e agir de modo único. Algumas pessoas possuem comportamentos que para alguns são estranhos enquanto para outros são absolutamente normais, essa diversidade comportamental está presente em vários ambientes e é uma das causas de grandes conflitos, tanto em pequenas como em grandes organizações. Um exemplo são as brigas entre religiões.

Picture Leia o texto completo »

Cooperativismo: uma alternativa ao sistema econômico vigente

Na sociedade hodierna, caracterizada pelo predomínio do sistema capitalista, no qual a obtenção de lucros consiste em seu precípuo objetivo, um dos grandes desafios decorrentes de tal prática se baseia em conciliar o desenvolvimento econômico com o bem estar social. A fim de sanar essa dicotomia, em meados do século XVIII emergiu de um movimento operário, que perpetua até os dias atuais, expandindo-se independentemente da região, língua, crenças ou nacionalidade, um sistema fundamentado principalmente na união de pessoas, e não no capital, denominado cooperativismo.

 

img texto jessica

http://sescooprn.coop.br/site/files/cache/605×320/100/crop/MNDDdoF-a1.jpg

  Leia o texto completo »

Mas afinal, o que são direitos humanos?

Um dia desses no ônibus, acabei ouvindo uma dessas conversas entre os passageiros sentados ao meu lado. Sabe aquelas conversas que você não queria ouvir, mas sem querer escuta e fica com uma vontade imensa de dar sua opinião sem ser convidado? Pois então, esse texto é a oportunidade de dar minha opinião sobre esse assunto. Duas senhoras estavam conversando a respeito de um candidato a vereador e uma delas falou que achava um absurdo colocar no poder alguém que defendia os direitos humanos, porque defender esse tipo de “coisa” era sinônimo de defender bandidos e ladrões, já que cidadão “direito” não é defendido pelos direitos humanos. Não foi a primeira vez que eu escutei alguém falar dessa forma sobre esse assunto. Depois disso eu parei pra pensar o que as pessoas de um modo geral falariam se você perguntasse a elas o que são os direitos humanos. No fim das contas eu acredito que, embora a gente saiba o significado, não refletimos tanto quanto deveríamos.

Leia o texto completo »

Expatriação: a via de mão dupla que deve atender as necessidades da empresa e do funcionário

Já parou para pensar que decisão tomaria caso sua empresa o convidasse para trabalhar por um tempo em alguma filial ou na própria matriz que se localiza em outro país? O termo especifico para membros de organizações que vivem e trabalham em países no qual não têm cidadania é expatriação. Trata-se de uma opção de carreira, que possibilita ao profissional viver e lidar melhor com a diversidade e outras culturas dentro do mercado de trabalho, além de desenvolver a habilidade de negociação.

Leia o texto completo »

Quando desistir?

Em certos momentos da vida, pensamos em desistir de algo que já começamos a fazer. Porém, muitas vezes essa ideia remete ao fracasso ou à insatisfação pessoal, tornando-se, então, uma opção a ser desconsiderada. Para contrariar esse tipo de pensamento, muitas pessoas acreditam que desistir pode ser uma boa opção para obter bons resultados e maiores satisfações, colocando que a questão está em saber quando persistir em algo e quando realmente desistir.
indecisc3a3o

Leia o texto completo »

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.